band.com.br

Tamanho de fonte
Atualizado em quarta-feira, 30 de janeiro de 2013 - 08h21

Anticoncepcional pode ter matado 25 na França

Vítimas tiveram graves problemas de circulação do sangue, como acidente vascular cerebral, embolia pulmonar e trombose
Investigação envolvendo o remédio foi aberta / Foto: Mychele Daniau/ AFP Investigação envolvendo o remédio foi aberta Foto: Mychele Daniau/ AFP

Um anticoncepcional usado no Brasil e em mais de 100 países pode ter causado a morte de 25 mulheres na França. A EMA (Agência Europeia de Medicamentos) decidiu abrir uma investigação envolvendo o medicamento.

A denúncia partiu do jornal “Le Figaro”, que teve acesso a um relatório secreto da ANSM (Agência Nacional de Segurança dos Medicamentos) da França. O documento é uma investigação sobre a morte de 25 francesas, com idades entre 18 e 46 anos de idade, nas últimas três décadas.

De acordo com o relatório, todas usavam de forma contínua o contraceptivo Diane 35, e tiveram graves problemas de circulação do sangue, como acidente vascular cerebral, embolia pulmonar e trombose.

Depois da denúncia, a ANSM confirmou que quatro mortes noticiadas pelo jornal estavam associadas ao uso do medicamento. Porém, uma reunião extraordinária decidiu não suspender, por enquanto, a comercialização do Diane 35.

O medicamento está no mercado francês desde 1987 e também é usado para o tratamento de acne e de ovário policístico, uma alteração hormonal que pode dificultar a gravidez.

Em nota, a ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) disse que tem conhecimento do caso e que está acompanhando os desdobramentos. A agência alertou ainda, que na bula do Diane 35, está descrito que o uso do contraceptivo aumenta o risco de doenças, como trombose.

Já a Bayer, empresa responsável por produzir o Diane 35, diz que, até agora, não foi comunicada oficialmente sobre o relatório francês. A corporação promete avaliar as informações divulgadas.

Cadastrando-se em nossa newsletter, você receberá diariamente em seu e-mail as últimas Notícias do Band.com.br
Aceito receber e-mails da Band e parceiros