band.com.br

Tamanho de fonte
Atualizado em quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013 - 01h03

Pacífico Sul: relógio de tsunami é disparado

Terremoto de 8,0 graus na escala Richter gera pânico na região; autoridades relatam destruição por tremor nas Ilhas Salomão
Terremoto foi registrado na região das Ilhas Salomão / Reprodução/Google Mapa Terremoto foi registrado na região das Ilhas Salomão Reprodução/Google Mapa

 

Um forte terremoto de 8,0 graus de magnitude na escala Richter atingiu o Pacífico Sul – por volta das 23h20, horário de Brasília. Um alerta de tsunami foi emitido para os países da região.

De acordo com o USGS (Serviço Geológico Norte-Americano), o tremor ocorreu próximo às ilhas Santa Cruz, que fazem parte do território das Ilhas Salomão - um país insular -, a uma profundidade de 3,6 milhas (5,8 quilômetros).

Moradores da capital das Ilhas Salomão, Honiara, a 580 quilômetros do epicentro, disseram que o tremor não foi sentido, mas algumas aldeias costeiras ficaram destruídas, de acordo com o diretor de um hospital.

O terremoto foi seguido por outros abalos, de acordo com informações de agências internacionais. O segundo tremor mais forte foi de 6,6 graus.

"A informação que estamos recebendo é de que algumas aldeias a oeste e ao sul de Lata, ao longo da costa, foram destruídas, mas ainda não podemos confirmar isso", disse o diretor do hospital de Lata, em Ndende, principal ilha de Santa Cruz.

A mesma área já havia sido atingida por uma série de tremores na semana passada, a uma profundidade de 5,8 quilômetros.

O Centro de Alerta de Tsunamis do Pacífico emitiu um alerta de que um "tsunami destruidor" poderia ser gerado perto do epicentro.

"As leituras do nível do mar indicam que um tsunami foi gerado," indicou o centro. "Pode ter sido destrutivo ao longo das costas perto do epicentro do terremoto e pode também ser uma ameaça para costas mais distantes", continuou.

"Se houver um impacto, Lata vai a primeira província a ser atingida", disse o oficial do hospital, que não quis se identificar. Ele acrescentou que o centro nacional de operações de desastres tinha sido ativado e que estavam tentando entrar em contato que a população da província de Temotu.

O relógio de tsunami acionado no Pacífico também colocou outros países em alerta nas próximas horas – não se sabe ao certo o tamanho das ondas que podem atingir as nações.

Além das Ilhas Salomão, os países que estão dentro do relógio de alerta são: Vanuatu, Nauru, Papua Nova Guiné, Tuvalu, Nova Caledônia, Kosrae, Fiji, Kiribati, Ilhas Wallis e Futuna.

Austrália e Nova Zelândia descartaram o perigo de serem atingidos pelo tsunami, mas estão em alerta.

Região é marcada por tragédias
Em 2007, um tsunami ocorrido após um terremoto de 8.1 de magnitude matou pelo menos 52 pessoas e deixou milhares de desabrigados nas Ilhas Salomão.

As Ilhas Salomão estão no "Anel de Fogo", uma zona de intensa atividade tectônica no Oceano Pacífico que registra terremotos e erupções vulcânicas.

 

Cadastrando-se em nossa newsletter, você receberá diariamente em seu e-mail as últimas Notícias do Band.com.br
Aceito receber e-mails da Band e parceiros