FBI rejeita denúncia de Trump contra Obama

Diretor considerou falsa a acusação do presidente dos EUA

O diretor do FBI, James Comey, considerou falsa a acusação do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de que seu antecessor Barack Obama teria espionado suas conversas por telefone.

Segundo informou neste domingo o jornal The New York Times, citando fontes oficiais, Comey teria pedido que o Departamento de Justiça intervenha para rejeitar a denúncia de Trump.

Ainda de acordo com a publicação, o pedido foi feito sob a alegação de que "não há provas que respaldem" a denúncia e que Trump "insinua que o FBI violou a lei".

Leia também
EUA: Trump recua em acordo com a Rússia
EUA pode separar mães e filhos que cruzam fronteira

No último sábado, o magnata, por meio de diversas declarações no Twitter, denunciou que as linhas telefônicas da sede de seu império imobiliário foram monitoradas em outubro passado, às vésperas da eleição presidencial.

No entanto, Trump não apresentou nenhuma prova, porém acusou Obama de "macartismo" e de reviver o escândalo Watergate, responsável por derrubar Richard Nixon. Por sua vez, o democrata negou a veracidade das afirmações. 

Veja reportagem do Jornal da Band sobre o caso

Compartilhar

Deixe seu comentário