Arqueólogos encontram estátua gigante de faraó

Peça tem oito metros de altura e foi achada despedaçada

Arqueólogos egípcios anunciaram nesta sexta-feira (10) terem encontrado uma estátua gigante de 8 metros do faraó Ramsés II em um bairro popular do Cairo.

Junto a esta estátua, foi entrada uma outra, de 1 metro, do rei Seti II. As duas estátuas pertencem à XIX dinastina, de acordo com o Ministério das Antiguidades do Egito, e foram encontradas durante uma missão arqueológica de especialistas alemães e egípcios na antiga cidade de Heliópolis, que hoje é um bairro do Cairo.

Veja também na reportagem do Jornal da Band: 

A estátua de Ramsés II está despedaçada e tinha sido feita em quartzito, um tipo de rocha cujo principal componente é o quartzo granulado. Alguns dos pedaços da estátua se referem à cabeça, a uma orelha e a um olho do faraó.

Para o governo do Egito, esta é uma das mais importantes descobertas arqueológicas recentes no país.

O templo de Ramsés também é o maior em todo o território, com o dobro de dimensão do Templo de Karnak, em Luxor. Ramsés II foi o terceiro faraó da XIX dinastia egípcia, uma das dinastias que compõem o Império Novo. Reinou entre aproximadamente 1279 a.C. e 1213 a.C. O seu reinado foi o mais prestigioso da história egípcia tanto no aspecto econômico, administrativo, cultural e militar. 

Veja ainda: 
Arqueólogos descobrem Stonehenge cinco vezes maior
Povoado viking é descoberto sob aeroporto na Noruega
Pesquisadores descobrem geoglifos milenares na Amazônia 

Compartilhar

Deixe seu comentário