Restauração de tumba de Jesus é concluída

Local deve ser aberto ao público nesta quarta-feira

Uma equipe de cientistas e restauradores concluiu os trabalhos realizados na tumba de Jesus, na Cidade Antiga de Jerusalém, em Israel. A área será reaberta ao público nesta quarta-feira.

O grupo trabalhou pelos últimos nove meses na Basílica do Santo Sepulcro e teve como foco uma pequena estrutura acima do local de sepultamento, conhecida como a Edícula.

Os restauradores também trabalharam em outras partes da igreja, segundo a supervisora do projeto.

A estrutura precisa de reforços e conservação, incluindo a instalação de uma rede subterrânea de drenagem para água da chuva e esgoto, disse Antonia Moropoulou, professora da Universidade Técnica Nacional de Atenas que dirigiu o trabalho.

Ramificações e disputas

As ramificações cristãs grega ortodoxa, armênia e católica romana compartilham a tutela da igreja, motivo pelo qual muitas vezes as tensões aumentam. As disputas entre as ramificações, inclusive, adiaram trabalhos de restauração por mais de 200 anos.

Os trabalhos só tiveram início no ano passado após a igreja ser considerada insegura por autoridades israelenses, que controlam Jerusalém Oriental desde sua captura na guerra do Oriente Médio em 1967.

Cada divisão contribuiu com US$ 3,3 milhões para o projeto e o rei Abdullah, da Jordânia, também teria feito uma doação pessoal, segundo relatos da mídia.

Você viu?
Arqueólogos encontram estátua gigante de faraó
Francisco completa quatro anos de papado

Compartilhar

Deixe seu comentário