Italianos descobrem benefício do chocolate

Pesquisadores descobriram que o cacau ajuda na "memória do trabalho"

Uma pesquisa realizada por cientistas italianos indica que comer chocolate pode não ser apenas um "prêmio" delicioso que as pessoas concedem a si mesmas no fim de um dia difícil: ele pode ser uma ajuda para melhorar as performances cognitivas.

O estudo, realizado pela Universidade de Áquila com colaboração da Sapienza de Roma e publicado na revista científica Frontiers of Nutrition, indica que o elemento-chave está nos efeitos neuroprotetores dos flavonoides, uma classe de compostos naturais encontrada em vários tipos de vegetais e frutas, como o cacau.

Memória do trabalho

Após consultar o material acadêmico existente sobre o assunto e realizar testes com um grupo de italianos, os pesquisadores Valentina Socci, Daniela Tempesta, Giovambattista Desideri, Luigi De Gennaro e Michele Ferrara descobriram que o consumo de chocolate pode ajudar a melhorar a chamada "memória do trabalho", fundamental para a resolução de problemas de cálculos e de raciocínio e na elaboração de informações visuais.

Os pesquisadores também notaram que, devido à substância presente no cacau, e assim no chocolate, o doce também é útil para ajudar na precisão de tarefas do dia-dia após uma noite mau-dormida, quando o corpo apresenta sinais de cansaço.

Segundo o estudo, essa melhora foi vista em um grau maior nas mulheres. O consumo de chocolate também pode ser bom para os idosos. Em um período de curto a médio prazo, entre cinco dias em três meses, foi percebido na pesquisa uma melhora na atenção, na "memória de trabalho" e na rapidez de elaboração de ações dos pacientes mais velhos.

Leia também:
Quer variar o café da manhã? Conheça alternativas para a manteiga

Compartilhar

Deixe seu comentário