Primeira senadora transexual da América Latina assume cargo no Uruguai

Michelle Suárez tem 33 anos e é advogada; Em 2010, ela também foi a primeira mulher trans a obter diploma universitário no país

Michelle Suárez, a primeira senadora transexual da América Latina, assumiu nesta terça-feira (10) suas funções no Senado do Uruguai.

Suárez substituirá Marcos Carámbula, seu companheiro no Partido Comunista, que renunciou ao assento na Câmara Alta de Montevidéu.

Michelle tem 33 anos e é advogada. Em 2010, ela também foi a primeira mulher transexual a obter um diploma universitário no país.

"Eu aposto em uma sociedade mais justa e menos discriminatória, porque as oportunidades que eu tenho são materialmente impossíveis para muitas mulheres transgêneros", disse.


Veja também: Uruguai sai na frente com leis para transexuais

A senadora foi eleita nas eleições de 2014, mas não foi a primeira trans a chegar efetivamente a um parlamento latino-americano.

Em dezembro de 2015, a venezuelana Tamara Adrían foi eleita deputada da Assembleia Nacional de Caracas como candidata da Vontade Popular, cujo líder Leopoldo López é uma das figuras principais da oposição ao governo de Nicolás Maduro.

Compartilhar

Deixe seu comentário