Islâmicos convocam insurreição palestina contra Israel

Líder do grupo Hamas pediu para palestinos, muçulmanos e árabes se manifestarem revolta com a decisão dos EUA

O grupo islâmico palestino Hamas convocou nesta quinta-feira uma nova insurreição contra Israel após o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, reconhecer Jerusalém como capital israelense.

"Nós devemos convocar e precisamos trabalhar para lançar uma revolta contra o inimigo próximo", disse o líder do Hamas, Ismail Haniyeh, durante discurso em Gaza.

Haniyeh, eleito líder geral do grupo em maio, pediu para palestinos, muçulmanos e árabes se manifestarem contra a decisão dos Estados Unidos na sexta-feira (8), que chamou de "dia da raiva".

Organização terrorista

"Deixem 8 de dezembro ser o primeiro dia do manifesto contra o ocupante", disse. Israel e os Estados Unidos consideram o Hamas, que lutou em três guerras contra Israel desde 2007, uma organização terrorista. O grupo não reconhece o direito de existência de Israel, e seus ataques suicidas ajudaram a encabeçar o conflito mais recente, de 2000 a 2005.

Compartilhar

Deixe seu comentário