Egito descobre necrópole ancestral

Escavações no local, que tem mais de 2 mil anos, deverão levar mais cinco anos

Arqueólogos egípcios descobriram uma necrópole ancestral contendo 40 sarcófagos de pedra, cerca de mil pequenas estátuas e um pingente com a inscrição de um hieróglifo que significa "Feliz Ano Novo".

O ministro das Antiguidades, Khaled El-Enany, disse que a descoberta perto de Tuna al-Gabal, ao sul do Cairo, consiste em um grande número de poços de sepultamento do fim do último período Faraônico até o início da era Ptolomaica.

As escavações no local, que tem mais de 2 mil anos, deverão levar mais cinco anos. "É só o começo", disse Enany. "Em breve nós iremos adicionar uma nova atração turística ao Egito".

Ministro das Antiguidades fala das descobertas arqueológicasMinistro das Antiguidades fala das descobertas arqueológicas (Foto: Mohamed Abd El Ghany/Reuters)

As relíquias egípcias atraem visitantes estrangeiros e as autoridades esperam que novas descobertas ajudem a atraí-los ainda mais, como uma forma de reviver o turismo afetado pelos tumultos que se seguiram após a deposição do ex-presidente Hosni Mubarak em 2011.

O número de turistas visitando o país cresceu 54%, para 8,3 milhões no ano passado, mas ainda abaixo dos 14,7 milhões registrados em 2010.

Mostafa Waziri, secretário-geral do Conselho Supremo de Antiguidades, disse que o pingente de escaravelho com a saudação ao ano-novo foi desenterrado na última véspera de ano-novo, em uma "coincidência maravilhosa".

"É uma mensagem enviada para nós do além", disse ele.

cerca de mil pequenas estátuas Cerca de mil pequenas estátuas também foram encontradas (Foto: Mohamed Abd El Ghany/Reuters

Compartilhar

Deixe seu comentário