Trump deseja que tropas na Síria voltem para casa o mais rápido possível

'Estamos determinados a acabar completamente com o Estado Islâmico', dizia comunicado da Casa Branca

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ainda espera que as forças norte-americanas na Síria voltem para casa o mais rápido possível, segundo a Casa Branca informou neste domingo (15).

O comunicado foi divulgado depois que o presidente francês, Emmanuel Macron, afirmou ter convencido Trump a manter suas tropas no país para o "longo prazo".

"A missão dos Estados Unidos não mudou - o presidente tem sido claro que ele quer que as forças norte-americanas voltem para casa o mais rápido possível", disse a porta-voz da Casa Branca, Sarah Sanders.

"Estamos determinados a acabar completamente com o Estado Islâmico e a criar as condições que irão impedir seu retorno. Alé, disso, nós esperamos que nossos aliados e parceiros regionais assumam maior responsabilidade tanto militar quanto financeiramente para proteger a região", disse.

Entenda

Na última sexta-feira (13), o presidente dos EUA anunciou a realização de ataques aéreos contra alvos do regime de Bashar al Assad na Síria.

O bombardeio foi realizado em parceria com as Forças Armadas da França e do Reino Unido, que, ao longo da última semana, se juntaram desde o primeiro momento às acusações contra Assad. 

A operação é uma resposta ao ataque químico ocorrido no último sábado (7) em Duma, na região de Ghouta Oriental, e que é atribuído pelos rebeldes a Damasco. O governo sírio e a Rússia, sua principal aliada, negam o uso de armas tóxicas.  

Compartilhar

Deixe seu comentário