Preço dos combustíveis deve subir nesta quinta

No Estado de São Paulo, a gasolina deve ficar até R$ 0,06 mais cara

Os motoristas brasileiros poderão ter que desembolsar ainda mais dinheiro para abastecer o veículo a partir desta quinta-feira. O Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz), ligado ao Planalto, publicou nessa quarta-feira o Preço Médio Ponderado ao Consumidor Final (PMPF).

O índice aumentou na maioria dos Estados por causa da elevação do PIS/Confins sobre os combustíveis determinada no mês passado pelo governo federal. Em São Paulo, por exemplo, houve uma alta de R$ 0,23 no preço do litro da gasolina.

O PMPF, que é consolidado pela Agência Nacional do Petróleo (ANP), calcula uma média no preço dos combustíveis por Estado e também no Distrito Federal.

As refinarias, por sua vez, usam o indicador como base para recolher o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). É o que afirma Luiz Claudio Carvalho, coordenador da Administração Tributária da Secretaria da Fazenda do governo paulista.

Leia mais
Petrobras reajusta preço dos combustíveis
Governo adia anúncio da revisão da meta fiscal

No Estado de São Paulo, a gasolina deve ficar até R$ 0,06 mais cara, na estimativa do presidente do sindicatos que representa os postos de combustíveis. No caso do diesel e do etanol, a tendência é que o preço suba um pouco menos, segundo José Alberto Paiva Gouveia.

O Acre é o Estado onde foi verificado o preço médio mais elevado por litro de gasolina: R$ 4,38. O produto mais barato está em São Paulo: R$ 3,51.

A atualização do Preço Médio Ponderado ao Consumidor Final é divulgada quinzenalmente pelo Conselho Nacional de Política Fazendária.

Você viu? Número de carros financiados cresce 7% no primeiro semestre

Compartilhar

Deixe seu comentário