Morre 14ª vítima da tragédia de Janaúba

Menino de cinco anos, internado desde outubro do ano passado, não resistiu aos ferimentos

Michele: Ninguém aqui é profissional, mas as pessoas esquecem

Subiu para 14 o número de mortos na tragédia da creche Gente Inocente, na cidade de Janaúba, no norte de Minas Gerais.

Gabriel Carvalho de Oliveira, de cinco anos, estava internado desde outubro do ano passado no Hospital João XXIII, unidade referência no tratamento a queimados no Estado, e morreu na tarde desta quinta-feira (11).

Uma mulher ainda continua internada no Hospital João XXIII em estado grave.

No dia 5 de outubro de 2017, o vigia Damião Soares dos Santos, que trabalhava na creche, foi até o local e ateou fogo nas crianças e nele mesmo. Damião morreu no dia do crime, junto com outras seis crianças e a professora Heley de Abreu Silva Batista, que arriscou a vida para salvar as vítimas e virou heroína na cidade.

Relembre o caso:

O incêndio deixou ainda mais de 40 pessoas feridas.

Compartilhar

Deixe seu comentário