Ferrovia Norte-Sul pega fogo sozinha no TO

Dormentes de trecho abandonado em Palmas pegam fogo por combustão na madeira gerada pelo calor emitido pelas pedras britadas

A reportagem da Band flagrou vários dormentes pegando fogo devido ao calor de 40ºC em Palmas, no Tocantins. Em muitos locais faltam diversos suportes de sustentação da linha férrea devido às chamas. A ferrovia tem como base pedras britadas e por causa das altas temperaturas elas aquecem e geram combustão na madeira.

Não existe nenhuma brigada do Corpo de Bombeiros nas proximidades; mesmo com a presença do Centro de Distribuição da Petrobras a cerca de 300 metros do local dos focos de incêndio.

Os dormentes fazem parte do trecho ferroviário próximo a Palmas capital tocantinense. O pátio multimodal Palmas/Porto Nacional da ferrovia Norte-Sul foi inaugurado há quatro anos pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva quando José Francisco das Neves conhecido por “Juquinha” ainda presidia a VALEC.

Neste período o trecho nunca operou devido aos embargos judiciais gerados por denúncias de superfaturamento. No ano passado a Justiça Federal de Goiás acatou as denúncias contra “Juquinha” após as investigações da “Operação Trem Pagador” por parte da Polícia Federal e Ministério Público.

Cerca de R$ 60 milhões em bens do ex-presidente da estatal foram bloqueados pela justiça sob indícios de um sobre preço de R$ 129 milhões em quatro contratos feitos pela Valec de obras desta ferrovia.


Dormente foi totalmente consumido pelo fogo. Foto: Lucas Rodrigues/Band TO

Compartilhar

Deixe seu comentário