Congressistas: não há mais condições de governabilidade para Temer

Segundo colunista Bernardo Mello Franco, tendência é que o presidente perca todo o apoio que ainda tem

Em conversa com o colunista da BandNews FM, Bernardo Mello Franco, congressistas da base do governo Temer afirmaram que não há mais condições de governabilidade para o presidente Temer tocar as reformas ou manter um clima de estabilidade na economia.

Segundo Bernardo, o PMDB não conseguiu se manter coeso nem quando estava no poder. “Se a coisa ficar feia para o presidente Temer, a tendência é que cada um tente salvar a si próprio e ele perca todo o apoio que ainda tem”.

O colunista ainda afirma que o Congresso ficará paralisado e todo o país ficará paralisado se não houver uma definição rápida sobre o comando no país.

Temer foi gravado em uma conversa com os empresários Joesley e Wesley Batista, da JBS, em que dá aval para a compra de silêncio do deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e do operador Lúcio Funaro. As informações são do jornalista Lauro Jardim, do jornal O Globo.

“Tem que manter isso, viu?”, respondeu Temer quando os empresários lhe disseram que pagariam uma mesada para que tanto Cunha quanto Funaro ficassem calados.

Apesar das acusações, o presidente garante que “não vai cair”.

Veja também
Movimentos pró e contra Dilma prometem ir às ruas pela renúncia de Temer 
STF determina afastamento de Aécio Neves 
'Se a JBS delatar, será o fim da República', disse Cunha 

Assist
PF faz operação em imóveis ligados a Aécio Neves 

Compartilhar

Deixe seu comentário