IBM prevê máquinas que lerão mentes em 2017

Equipamentos também terão possibilidade de reconhecer usuários, segundo a companhia, que previu outros avanços

A gigante multinacional americana da tecnologia IBM previu um futuro próximo no qual as máquinas lerão a mente humana e reconhecerão com quem estão interagindo.

As previsões "IBM 5 em 5", reveladas nesta segunda-feira pela empresa com sede no estado de Nova York, se baseiam em tendências que, segundo a IBM, começarão a se concretizar em 2017.

"De Houdini a Skywalker, a X-Men, ler a mente foi meramente uma ilusão para os fãs da ficção científica durante décadas, mas seu desejo pode se tornar realidade em breve", disse a IBM em sua avaliação anual sobre inovações futuras.

"Os cientistas da IBM estão entre aqueles que investigam a forma de vincular o cérebro com o resto dos dispositivos, como um computador ou um smartphone", continuou.

Previsões

A IBM colocou como exemplo telefonar para alguém ao apenas pensar nesta pessoa, ou fazer o cursor de um computador se mover na tela apenas ao desejar isso.

A estrutura biológica se converterá na chave da identidade pessoal, com verificação de retina para reconhecer rostos ou de vozes para confirmar quem são as pessoas, em vez de ter que escrever senhas, indicou a companhia em suas previsões.

"Imagine que você será capaz de ir até um caixa eletrônico para retirar dinheiro de forma segura apenas dizendo seu nome ou buscando um pequeno sensor capaz de reconhecer os padrões únicos da retina de seu olho", disse a IBM. "Ou fazendo o mesmo, você pode revisar seu saldo em um telefone celular ou tablet", continuou.

Novas tecnologias

Também haverá tecnologia capaz de produzir energia elétrica a partir de qualquer tipo de movimento, tanto de caminhar quanto de andar de bicicleta, assim como a partir do fluxo de água nas tubulações dos lares, disse a IBM.

Segundo a empresa, os telefones celulares reduzirão o abismo digital entre ricos e pobres, fazendo com que a informação seja facilmente acessível para todos, enquanto os e-mails não desejados serão eliminados por um filtro de seleção inteligente dos anúncios.

Compartilhar

Deixe seu comentário