Tamanho de fonte
Atualizado em terça-feira, 13 de março de 2018 - 17h34

TJ/AM tem dois novos desembargadores

Eleitos hoje, Joana Meirelles e Elci Simões são os novos desembargadores do Tribunal de Justiça do Amazonas
Dupla ocupa vagas criadas por Lei Complementar de 2013 / Igor Braga/TJAM Dupla ocupa vagas criadas por Lei Complementar de 2013 Igor Braga/TJAM

Os juízes Joana dos Santos Meirelles e Elci Simões de Oliveira são os novos desembargadores do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ/AM). Eles foram promovidos pelos critérios de merecimento (Joana) e antiguidade (Elci), em sessão do Pleno desta terça-feira, 13.

 

Os dois magistrados vão ocupar as duas vagas restantes para juízes na composição do Pleno, previstas pela Lei Complementar nº 126, de 7 de novembro de 2013, que alterou a quantidade de desembargadores do TJ/AM de 19 para 26.

 

A data da posse dos novos desembargadores já foi definida. Elci Simões no dia 20, às 17h, e Joana Meirelles no dia 22, às 10h.

 

Por merecimento, Joana Meirelles obteve 19 votos entre os 7 juízes que concorriam à vaga. Pelo critério de antiguidade, concorriam quatro juízes, sendo aclamado Elci Simões por ser o mais antigo, com mais de 28 anos na magistratura.

 

O novo desembargador Elci Simões disse que se sentiu honrado e feliz com a promoção e que seguirá aplicando a lei, cumprindo o que determina a Constituição Brasileira e demais normatizações do País.

 

“Vou continuar minha jornada como sempre atuei na primeira instância: aplicando a lei e as normas jurídicas, cumprindo o que preconiza a Constituição, como sempre fiz. Estou muito feliz e honrado por ter atingido o ápice da minha carreira, que era meu objetivo, estudei também para isso e é uma consequência natural de quem se dedica ao estudo do Direito”.

 

A juíza Joana Meirelles, também com mais de 28 anos de atuação na magistratura amazonense, declarou o seu sentimento de gratidão e de alegria com a escolha do seu nome à vaga de desembargador pelo critério de merecimento.

 

“Fiquei muito honrada e o meu sentimento é de gratidão e de alegria. Vou continuar honrando a minha toga e servindo a minha cidade e meu Estado com integridade, respeitando as leis e a Constituição”.