Dona de cachorro abandonado depõe em SP

A mulher alegou à polícia que resolveu desfazer do animal depois que ele ficou agressivo com visitas; ela diz ter perdido o emprego

Intimada a prestar depoimento, a dona de um cachorro que foi abandonado em uma avenida movimentada de São Paulo se apresentou nesta quinta-feira à Delegacia do Meio Ambiente, na zona sul da capital paulista.

Ela foi chamada para explicar os motivos que fizeram a secretária abandonar o animal. A mulher alegou à polícia que adotou “Pretinha” há dois meses. Mas, quando ela ficou agressiva com visitas, ela decidiu expulsar a cadela de casa.

Márcia vai ser responsabilizada pelo crime de maus tratos de animais. Se condenada, a lei prevê de três meses a um ano de detenção, mas a punição deve ser transformada em penas alternativas.


Arrependida, a secretária contou que, desde que o vídeo foi parar na internet, a vida dela virou um inferno. A atitude lhe custou o emprego, críticas dos amigos e a repentina mudança de casa e até de bairro.

Nesta quinta-feira, a polícia também ouviu Jefferson, o auxiliar administrativo que flagrou o abandono.

Solidário ao sofrimento de “Pretinha”, Jefferson disse que também foi hostilizado por internautas pelo fato de não acolher a cadela dentro do carro.

Veja, abaixo, as imagens do abandono:

 

Compartilhar