SP: jovem entra em apartamento errado e é morto

Após prestar depoimento, policial foi liberado. Ele já responde por tentativa de homicídio a um vizinho em 2011

Um jovem de 18 anos morreu, depois de ser baleado por um policial federal aposentado, em Pirituba, na zona norte de São Paulo, na madrugada desta sexta-feira. 

De acordo com a PM, Matheus Moreno das Chagas estava em uma festa, e chegou bêbado ao condomínio onde mora, por volta das 2h30. Ele, que residia em um apartamento no 16° andar, desceu por engano no 18° e tentou abrir uma porta achando que era de sua casa. 

Ao não conseguir abrir a porta e ter negado seu pedido para entrar no local, Mateus tentou arrombar a porta do apartamento. O agente federal aposentado que mora no apartamento usou, então, o olho mágico, mas não encontrou ninguém.

O aposentado abriu a porta e Mateus, que estava no hall do andar, entrou na casa. O policial achou que o jovem era um criminoso e atirou contra ele com um revólver calibre 38. 

Depois de balear o jovem, o policial fugiu. Aproximadamente seis horas depois ele se entregou na delegacia, mas não sabia onde estava a arma do crime, alegando que na hora do desespero a teria jogado fora. 

Após prestar depoimento, o policial foi liberado. Ele já responde por tentativa de homicídio a um vizinho em 2011, quando atirou na saída de uma casa lotérica.

Mateus trabalhava como estagiário no Fórum de Santana, na zona norte da capital paulista. No bolso do jovem, foi encontrado um pacote com um pó amarelado e odor de cocaína. O caso foi registrado no 33° Distrito Policial (Pirituba) como violação de domicílio e homicídio.

Compartilhar