Cuidadoras agridem crianças em creche pública

Caso aconteceu em Barueri, na Grande São Paulo; após a denúncia, mulheres foram apenas transferidas para outras unidades

Embora tenham sido flagradas agredindo crianças de 3 a 4 anos em uma creche, mulheres que deveriam ser educadoras continuam trabalhando normalmente na rede de ensino em Barueri, na Grande São Paulo.

Em imagens recebidas pela BandNews FM, é possível constatar crianças do Maternal Marly Teixeira de Almeida, da Prefeitura da cidade, sofrendo maus-tratos como agressões físicas e psicológicas.

Em um trecho da gravação, em uma classe onde ficam uma professora e  quatro assistentes, duas das funcionárias,  identificadas como Maria Ildete e Keila Silva, ameaçam os pequenos.

Maria Ildete grita, bate nas portas do armário e joga a cadeira contra o chão. Depois, ambas estimulam um aluno a revidar depois de ser agredido pelo colega.

Ildete ainda diz ter dado um "chega pra lá" em uma criança no banheiro e ameaça punir a aluna deixando-a sozinha em frente à privada.

As agressões, gravadas por um funcionário,  ocorreram entre junho e agosto deste ano.

Em entrevista à Bandnews FM, um dos funcionários da escola, que não quis se identificar, falou sobre a rotina de agressões.

"Quando as crianças desobedeciam, o nível de agressividade delas era absurdo. Eram castigos pessoais, gratuitos. Tem um caso de uma menina que está sendo considerado tortura", afirmou a fonte.

O caso está sendo investigado na Delegacia da Mulher em Barueri e pelo Conselho Tutelar. As cuidadoras envolvidas nas agressões foram transferidas para outras unidades, mas até a conclusão da reportagem continuavam trabalhando, enquanto respondem por processo administrativo.

Procurada, a Prefeitura de Barueri declarou que as agressões são “inadmissíveis” e prometeu punir as envolvidas.


Você viu essas notícias?
MP afirma que padre da Capela de Sto. Expedito desviava dinheiro de fiéis

Homem tenta matar aranha e coloca fogo em posto de gasolina

Cachorro dirige caminhonete para dentro de lago


Assista:

Conheça cinco razões saudáveis para comer chocolate

Galeria de fotos:
Yoga e grafite se confundem em projeto fotográfico de instrutora de Chicago

Compartilhar