Vereador paulista contrário a 'indústria da multa' estaciona o carro em local proibido

Camilo Cristófaro se defendeu dizendo que recebeu autorização da GCM

O vereador eleito Camilo Cristófaro (PSB), o Camilinho, conhecido por sua campanha eleitoral contrária ao que chamou de “indústria da multa”, foi flagrado estacionando em local proibido na última terça-feira (13) na Câmara Municipal de São Paulo.

O flagra foi feito por Leandro Ferreira, que trabalha na Câmara. “Camilo Cristófaro, que fez sua campanha criticando o [prefeito Fernando] Haddad por ações como a queda de velocidade e a implantação de ciclovias, (...) decidiu que pode parar na porta dos elevadores, exatamente em cima do maior símbolo de proibido parar e estacionar que eu já vi na vida”, relatou nas redes sociais.

Leandro disse ainda que conversou com a Guarda Civil Metropolitana e ouviu que o vereador “estava com pressa” e, por essa razão, estacionou no local.

O fato ocorre na semana em que as contas da campanha de Camilinho foram rejeitadas pela zona eleitoral de São Paulo. Segundo o jornal Folha de S. Paulo, o vereador recebeu uma doação de R$ 6 mil de uma mulher que não comprovou a origem do dinheiro. O parlamentar pode recorrer da decisão.

Defesa

Camilinho - que não aceitou conversar com a reportagem - mencionou o ocorrido em uma página do Facebook que mantém para denunciar “pegadinhas” no trânsito de São Paulo. Em sua defesa, o vereador disse que “foi autorizado” pela GCM a estacionar naquele ponto, mas não deu detalhes sobre essa permissão.

O vereador afirmou ainda que é alvo de patrulhamento de “petistas, pau mandados e petralhas”. “Ninguém aguenta mais este País ser o berço da baderna, do comunismo, do MST (Movimento dos Trabalhadores Sem Terra) e dos contraventores”, escreveu.

Atualmente filiado ao PSB, legenda pela qual se lançou candidato a vereador da capital paulista, Camilinho já passou por vários partidos, entre eles o PT, em 2012, durante a campanha de Fernando Haddad para a prefeitura de São Paulo.

Leia também:
Vereadores são presos suspeitos de contratar funcionários fantasmas
Polícia Federal prende 12 vereadores em Foz do Iguaçu

Ficou sabendo?
Vereador negro quer acabar com cotas raciais e feriado da Consciência Negra

Compartilhar