STF concede pedido de liberdade ao ex-goleiro Bruno

Ele foi condenado a mais de 22 anos pelo assassinato de Eliza Samudio

O Supremo Tribunal Federal (STF) concedeu, nesta sexta-feira, um pedido de liberdade ao ex-goleiro Bruno Fernandes, condenado a mais de 22 anos pelo assassinato e ocultação de cadáver de Eliza Samudio.

O ministro do Supremo Tribunal Federal Marco Aurélio Mello concedeu um habeas corpus que permite a saída dele da prisão.

Atualmente, Bruno está preso na Apac de Santa Luzia, na Grande Belo Horizonte.

Segundo a assessoria do STF, o ministro Marco Aurélio Mello entendeu que Bruno tem direito a responder em liberdade enquanto aguarda o resultado dos recursos à condenação. 

Caso o juiz de Execução Penal de Minas Gerais assine o documento, o ex-goleiro pode deixar a prisão ainda nesta sexta-feira. A íntegra da decisão ainda não foi divulgada pelo STF.

Jornal da Band: Ex-goleiro Bruno tem pedido de habeas corpus concedido


Leia também:
Irmão do goleiro Bruno é indiciado no RJ

Compartilhar