Com tiro no rosto, criminosos matam homem durante assalto na zona leste de SP

Após exigirem celulares e outros pertences, os bandidos atiraram na vítima e fugiram a pé

Por meio de retrato falado e eventuais imagens de câmeras de segurança, a polícia tenta localizar dois bandidos que, na noite dessa quinta-feira, 13, mataram, com um tiro no rosto, o chefe de cozinha de uma hamburgueria Edson Gabriel da Cruz Silva, de 33 anos.

A vítima foi abordada pela dupla armada após estacionar o carro e sentar-se, ao lado da namorada, em um dos bancos da Praça Eulógio Emílio Martinez, junto à Rua Vicente Romano, no Parque da Moóca, zona leste de São Paulo.

Após exigirem celulares e outros pertences, os criminosos atiraram e fugiram a pé em direção à Favela da Vila Prudente. Os bombeiros chegaram rapidamente, mas Edson não resistiu aos ferimentos e morreu no pronto-socorro da Moóca.

Segundo a namorada de Edson, ele entregou apenas o relógio, pois o celular estava no carro. Além disso, segundo a testemunha, os bandidos teriam atirado porque entenderam que a vítima demorou para tirar o relógio do pulso.

Compartilhar

Deixe seu comentário