‘Não tocou sirene nenhuma’, afirma moradora

Moradores de Brumadinho contam que receberam instruções no ano passado, mas que sistema de segurança da Vale não funcionou

Moradores de Brumadinho se queixaram que não receberam nenhum alerta com relação ao rompimento da barragem Mina do Feijão, que pertence à Vale.

Maria Aparecida contou à reportagem da BandNews FM que no ano passado técnicos da Vale foram até a cidade para passar instruções.

Segundo ela, à época foi passado aos moradores que, em caso de rompimento, uma sirene iria tocar.

"Não tocou sirene nenhuma, ninguém veio dar alerta nenhum. Eu vi o que estava acontecendo e saí correndo gritando para avisar o pessoal", diz Maria Aparecida.

Cinco familiares dela estão desaparecidos depois do rompimento.

A Vale confirmou que toda sua área administrativa foi atingida. A empresa não divulgou o número de funcionários que estava no local no momento.

Vídeo: veja imagens da tragédia em Brumadinho

Compartilhar