Colegas de profissão e admiradores lamentam morte de Ricardo Boechat

Jornalista estava a bordo do helicóptero que caiu na Anhanguera nesta segunda-feira

Vários apresentadores usaram as redes sociais nesta segunda-feira, 11, para lamentar a morte do jornalista Ricardo Boechat. Ele estava a bordo da aeronave que caiu próximo ao acesso à Rodovia Anhanguera, na chegada a São Paulo, em cima de um caminhão. O piloto Ronaldo Quatrucci também morreu.

Milton Neves, colega de emissora de Boechat, foi um dos primeiros a se pronunciar na internet. "Morre o maior jornalista do Brasil. Em qualquer mídia", escreveu.

Chico Garcia, comentarista do Jogo Aberto, também lamentou a perda. "Nem sei o que dizer. Que coisa triste, meu Deus! É uma porrada atrás da outra. É uma perda para o jornalismo, para a liberdade de imprensa como um cara combativo que era. É uma perda para o Grupo Bandeirantes, que tinha nele a principal referência da casa. É a perda de uma vida, de um pai, marido, colega. Que tristeza absurda".

Neto, que estava ao vivo no Donos da Bola quando recebeu a confirmação da trágica notícia, relembrou a relação dos dois. "Profundamente triste com a perda desse grande ícone da televisão brasileira. Além disso um amigo rubro-negro com quem eu compartilhava muitas resenhas do mundo do futebol. Vai em paz, irmão".

Renata Fan, apresentadora do Jogo Aberto, enumerou as qualidades do jornalista. "Meu companheiro de porta de camarim. Sempre apressado, sorridente e no celular. Batia na minha porta e brincava com alguma coisa! Inteligente. Incisivo. Provocativo. Brilhante. Genial! Na verdade, mais do que isso! Muito mais do que isso. Meu coração está machucado, inconformado".

Paola Carosella, jurada do MasterChef, se solidarizou com a família. "Extremamente triste e horrorizada. Meus sentimentos mais profundos de amor e paz para a família e amigos do Sr. Ricardo Boechat. Se foi um homem íntegro, inteligente e com uma trajetória impecável como jornalista. Um grande homem. Que em paz descanse. Muito triste", desabafou. "Uma perda irreparável", disse o chef Henrique Fogaça. Jacquin também postou uma foto com o apresentador e se pronunciou sobre a tragédia. "O Brasil perde um grande jornalista e homem. Uma tristeza inexplicável". 

Paloma Tocci, que até a semana passada dividia a bancada do Jornal da Band com Boechat, não conteve a emoção. "A dor é enorme. Você merece todas as homenagens do mundo. Por enquanto, só consigo dizer: obrigada por ter feito parte da minha vida", disse na legenda de fotos de seu casamento em que o jornalista aparece em poses descontraídas.

Pouco depois de encarar a difícil missão de dar a notícia ao vivo na programação da Band, Datena enalteceu a trajetória do apresentador em seu perfil oficial no Instagram. "Sem palavras para descrever tamanha a minha tristeza. Mais que o maior âncora da televisão brasileira e jornalista de elite, um amigo. Descanse em paz, Boechat".

O digital influencer Nana Rude, que está no elenco de O Aprendiz, também se pronunciou. "O jornalista Ricardo Boechat faleceu agora há pouco em São Paulo em um acidente de helicóptero. Nossos sentimentos à família".

O ex-jogador e senador Romário ressaltou o legado do jornalista. "Triste demais com essa notícia da morte de Ricardo Boechat, vítima da queda de um helicóptero que o transportava. Um dos jornalistas mais sérios e competentes e também um dos mais queridos pela população. Além de nos trazer informações relevantes, nos brindava com seus comentários lúcidos e corajosos. Com certeza, fará muita falta. Vá em paz, Boechat. Meus sentimentos aos familiares do jornalista e do piloto do helicóptero".

"Tristeza e luto nessa tragédia para o jornalismo brasileiro. Perdemos uma referência para o jornalismo combativo e questionador", escreveu Flávio Fachel, apresentador do Bom Dia RJ. "Está difícil de segurar a onda por aqui. Um dia choro por centenas, noutro por dezenas, agora choro por um colega: Ricardo Boechat, agora não! O jornalismo precisa de você", escreveu Milton Jung, da CBN.

A colunista do BR 18 e colunista do Estadão Vera Magalhães chamou o jornalista de "referência do jornalismo, colunista, como âncora". "Com tudo o que era, conseguia ser generoso com quem tinha menos experiência. No encontro que tivemos, me brindou com essa generosidade que nem sei se merecia".

Já o jornalista André Trigueiro lembrou do período em que trabalhou com Boechat na TV Globo. "Jornalista valente, corajoso, contundente, um dos grandes nomes dessa nossa profissão", disse. "Ricardo Boechat era uma voz contestadora na imprensa, fará muita falta", lamentou Mauro Cezar, jornalista da ESPN.

A jornalista Miriam Leitão, da TV Globo, também falou sobre a morte do "querido amigo". "Não posso acreditar. Eu lhe devo tantos favores, tantas palavras generosas em momentos difíceis. Você foi pessoa linda, jornalista maravilhoso".

"Meus sentimentos para a família do Boechat, um dos melhores e mais geniais jornalistas e comunicadores do Brasil", escreveu o comentarista internacional Guga Chacra.

Acidente

Segundo o Corpo de Bombeiros, a aeronave caiu em cima de um caminhão que trafegava pela via, no sentido interior, próximo à praça do pedágio. O motorista do caminhão foi socorrido pela concessionária. Os bombeiros informaram que 11 viaturas foram deslocadas para o local.

Ainda de acordo com os bombeiros, a aeronave que caiu era do modelo BELL PT HPG.

Foram feitas interdições parciais na pista do Rodoanel, sentido Perus, e na Anhanguera, sentido Jundiaí. A concessionária CCR Rodoanel informou que os motoristas podem acessar a Anhanguera, no sentido São Paulo, e pegar um retorno no quilômetro 18 para seguir para o interior.

Veja as postagens:

Compartilhar