‘Meu marido era o ateu que mais praticava amor ao próximo’, diz mulher de Boechat

Jornalista não conteve as lágrimas ao ressaltar as qualidades do apresentador, morto em um acidente de helicóptero

Veruska Seibel, mulher de Ricardo Boechat e mãe das duas filhas mais novas do apresentador, conversou com jornalistas durante o velório do marido nesta terça-feira, 12.

Muito abalada, a jornalista ressaltou as qualidades do apresentador. "Eu só consigo repetir uma frase. Meu marido, que dizia tanto que era ateu, era o que mais praticava o mandamento mais importante, de amor ao próximo. Nunca vi alguém tão preocupado em ajudar o outro como ele. Todo mundo que é próximo pode confirmar isso. No trabalho, às vezes vinha em forma de raiva, em forma de briga, mas ele era coração, muito mais preocupado em ajudar as pessoas. Uma pessoa sem luxo, sem nada. Tudo de bom que ele conquistou na vida era para mim e para os filhos. Tenho muito orgulho dele", disse sem conter a emoção.

Ricardo Boechat, de 66 anos, morreu no início da tarde dessa terça-feira, 11, vítima de um acidente de helicóptero na Rodovia Anhanguera, em São Paulo. Ele voltava de uma palestra em Campinas, no interior de São Paulo, quando a aeronave apresentou uma pane no ar e o piloto Ronaldo Quattrucci tentou fazer um pouso forçado, mas acabou batendo em um caminhão. Os dois morreram carbonizados.

Horas depois da divulgação da trágica notícia, a doce Veruska, como era carinhosamente chamada por Boechat, se pronunciou na internet. "Pior dia da minha vida", resumiu na legenda de uma foto do casamento dos dois, em 2005.

Compartilhar