Rádio Bandeirantes
Rádio BandNews FM 99.3
Band TV
Terraviva
Tamanho de fonte
Atualizado em quarta-feira, 11 de julho de 2018 - 19h32

Polícia apreende fuzil artesanal em ponto de tráfico

Delegado relata que poder de fogo destas armas é muito semelhante ao de arma comum
Divulgação Polícia Civil / Ação Polícia Civil Divulgação Polícia Civil Ação Polícia Civil

Duas pessoas foram presas em operação da Polícia Civil, na Vila Farrapos de Porto Alegre, que desarticulou um local utilizado por traficantes para preparação de entorpecentes que seriam revendidos em toda a Zona Norte. Na ação, chamou a atenção a arma apreendida no local. Um fuzil 762, produzido de maneira artesanal.

 

Este tipo de fabricação caseira de armamentos tem despertado a atenção de investigações da Polícia Civil, que neste ano fechou um depósito responsável por adulterar e fabricar este tipo de material. O delegado Mauricio Barison, conta que as investigações da polícia buscam, justamente, bloquear este novo tipo de indústria. “Para o criminoso também está sendo difícil a obtenção de uma arma original. O que está acontecendo é que eles estão buscando outros meios artesanais de produção dessas armas”, explica o delegado.


Segundo a polícia, diversos locais que realizam este tipo de fabricação para municiar facções criminosas do tráfico de drogas na capital estão sendo investigados. Mesmo se utilizando de materiais peculiares para a fabricação, Barison explica que o poder de fogo deste tipo de armamento é muito parecido com o de uma arma comum. “O poder de fogo, o calibre e o dano que essa arma produz é exatamente igual a uma arma de fabricação industrial. E nesse caso, é uma arma de guerra, a potência é capaz de atravessar um veículo, um colete balístico”, destaca.


Além da arma, na ação foram apreendidos mais de 50 pinos de cocaína e 50 porções de maconha.