Rádio Bandeirantes
Rádio BandNews FM 99.3
Band TV
Terraviva
Tamanho de fonte
Atualizado em segunda-feira, 11 de fevereiro de 2019 - 12h06

Denúncia de tráfico provocou prisão de agente da Polícia Civil

Dois policiais militares também foram afastados de seus cargos em função das investigações

A denúncia do suposto envolvimento de agentes da segurança pública com facções do tráfico de drogas em Tapes, no Sul do Estado gaúcho, provocou a prisão de um agente da Polícia Civil da cidade. Outros dois policiais militares foram afastados de seus cargos, mas permanecem em liberdade.

 

As investigações são realizadas pelos dois órgãos, em parceria. O corregedor-geral da Polícia Civil gaúcha, delegado Marcos Meirelles, afirma que os trabalhos ainda estão em estágio inicial e que a prisão do agente da corporação é temporária. “É uma prisão para instrução do inquérito policial. O que posso dizer é que há suspeita de envolvimento, de corrupção vinculada a questão de tráfico de drogas na cidade de Tapes. Esse pessoal estava encolhido em Porto Alegre, no grupo de operações especiais”, relata.

 

Já o corregedor-geral da Brigada Militar, coronel Marcio Roberto Gaudino, afirma que as autoridades ainda buscam o recolhimento de provas que possam embasar as denúncias realizadas na sede órgão na cidade de Tapes. “Nós estamos apoiando eles com a equipe de investigação e apoio jurídico também, mas ainda é uma investigação bastante inicial”, afirma.

 

A prisão temporária do policial civil tem prazo máximo de trinta dias. Já o afastamento dos policiais militares não tem data para chegar ao fim.