Tamanho de fonte
Atualizado em quarta-feira, 22 de julho de 2020 - 12h16

Trabalhadores da Gerdau protestam essa manhã (22) em Pindamonhangaba

Os trabalhadores da Gerdau realizaram um protesto na manhã desta quarta-feira (22) em Pindamonhangaba. Cerca de 1000 funcionários se reuniram na portaria da fábrica, entre as 7h e as 8h30.

 

Segundo o sindicato dos metalúrgicos, a empresa tem casos confirmados de covid-19, mas não está fazendo a comunicação aos trabalhadores, não faz a desinfecção da área nem testagem de quem teve contato com o infectado. O ato também reclama problemas na PLR, que está sendo paga hoje aos trabalhadores, com mudanças nas metas atingidas. Após o protesto, os funcionários retornaram ao trabalho.

 

O sindicato informa que todos os colaboradores mantiveram o distanciamento social e usaram máscaras.

 

Em nota, a Gerdau informou que segue todas as orientações de prevenção à Covid-19 dos órgãos de saúde competentes e que adotou uma série de medidas preventivas para mitigar o risco de transmissão na usina. E que, quando há casos de infecção, o colaborador é afastado para receber os cuidados e o tratamento necessários, conduzindo um mapeamento de seus contactantes e familiares. Em relação à PLR, a empresa informou que a companhia manteve o pagamento em meio a um cenário de redução do consumo de aço, impactado pela pandemia.

 

A empresa atua no ramo do aço, emprega cerca de 2.000 funcionários.