Black Friday: planeje o uso do 13º salário

Grande dia de descontos coincide com primeira parcela do benefício

Marcada para 28 de novembro, sexta-feira, a quinta edição da Black Friday em território nacional promete grandes descontos nas compras online.

> Não seja vítima da ‘Black Fraude’ - anote dicas de segurança para compras online

A data neste ano coincide com o pagamento da primeira parcela do 13º salário, o que deve dar mais liberdade para o consumidor aproveitar as ofertas e até antecipar as compras do Natal, mas é necessário planejar e traçar um plano de gastos para não exagerar e manter um balanço. É o que diz Júlio Amorim, diretor do Great Group, empresa de consultoria e gestão empresarial.

Para Júlio, há quatro dicas básicas na hora de sair às compras, que devem ser seguidas com ainda mais atenção em períodos como a Black Friday:

Verifique a disponibilidade: O consumidor deve analisar a sua situação financeira e definir o quanto ele pode gastar, levando em conta a primeira parcela do 13º. É importante não extrapolar e ser consciente.

Leve em conta a relevância: Não é simplesmente porque há promoções e descontos que se deve adquirir tudo que se vê pela frente. Analise se você realmente irá utilizar determinado produto e qual a sua relevância. Aqui vale, mais uma vez, a responsabilidade.

Analise as oportunidades e antecipe: Por ser um período com muitas oportunidades, vale a pena pensar em antecipar algumas compras do Natal e aproveitar em dobro, já que há os descontos da própria época e o aditivo do 13º salário nas contas.

Faça uma pesquisa: É importante não se iludir com ‘grandes descontos’, é preciso consultar. Numericamente falando um mesmo produto pode ter um desconto de 50% em uma loja e 70% em outro estabelecimento, mas mesmo assim sair mais caro onde o desconto parece ser ‘maior’, devido ao preço original do produto. Não seja seduzido pelo impulso de compra.

Compartilhar