Marina Silva vê risco do Brasil ir para ‘um poço sem fundo’

Candidata da REDE diz que é necessário fazer o país voltar a crescer e criar empregos

Em sua terceira corrida eleitoral pela Presidência da República, Marina Silva (REDE) seguiu o discurso dos seus adversários no primeiro debate deste ano realizado pela Band na noite desta quinta-feira, 9, e falou em mudança para evitar que o país não acabe em “um poço sem fundo”.

“Nós participamos do debate com a certeza que é o momento de fazer a mudança que o Brasil precisa, que aqueles que criaram o problema não terão como resolver o problema, eles levaram o Brasil para o fundo do poço. Se permanecer com os mesmos [políticos], corremos o risco de ir para um poço sem fundo, é a hora dos brasileiros assumirem a direção”, declarou à Band.

“A grande mudança vai ser feita por aqueles que neste momento tem o poder de pegar a sua decisão, o seu voto e demitir aqueles que levaram o Brasil para essa situação”, completou.

A candidata da Rede afirmou que o debate é importante para que os candidatos exponham as suas ideias. “Sinto que estamos iniciando um processo importante para a democracia do nosso país, para que se possa debater os rumos naquilo que interessa a população, que é resolver o grave problema da saúde, da educação, da segurança pública, fazer com que o país volte a recuperar os empregos, hoje temos 12 milhões de desempregados, que querem ver o Brasil crescer para que eles posam sustentar as suas famílias”, analisou.

Marina Silva ainda pediu atenção aos eleitores. “As pessoas podem ter a oportunidade de identificar nos candidatos por meio das suas trajetórias aquilo que eles estão dizendo, se eles terão condições de fazer. Aqueles que criaram o problema, não tem como resolver, mas, infelizmente, boa parte está tentando voltar e a população brasileira tem a possibilidade de fazer uma mudança para fazer com que o país volte a se orgulhar dos seus dirigentes políticos”, avaliou.

Veja fotos do debate realizado pela Band:

Compartilhar

Deixe seu comentário