É falso que número de Bolsonaro apareceu como nulo na urna

Gravação se refere ao voto de governador do Estado de RN, onde candidatos do PSL não concorreram ao cargo

São enganosos dois vídeos em que eleitores, na cabine de votação, sugerem que existe falha nas urnas. Eles aparentemente tentam votar em Jair Bolsonaro (PSL), mas, ao digitarem o número do candidato, só aparece a mensagem “voto nulo”. Porém, nos dois vídeos estão visíveis os dizeres na tela da urna eletrônica: “seu voto para governador(a)”.

Em um dos vídeos, o eleitor diz estar em Mossoró (RN). No Rio Grande do Norte não havia nenhum candidato do PSL na disputa pelo governo estadual. Portanto, confirmar o voto para governador no número 17 no estado significou dar um voto nulo.

No outro vídeo, o eleitor afirma o voto na escola Rezende Rammel. O Comprova localizou duas unidades escolares com esse nome e ambas estão situadas no estado do Rio de Janeiro. O PSL também não lançou candidato ao governo do Rio de Janeiro. Nesse caso, votar 17 para governador também é anular o voto.

Tanto os números dos candidatos ao governo dos estados quanto os números dos candidatos à Presidência têm dois dígitos. Se são do mesmo partido, os números são exatamente iguais. Os algarismos de cada legenda são aqueles registrados no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Apesar de os eleitores terem filmado a cabine de votação, o que permitiu a verificação do Comprova, usar equipamentos eletrônicos diante da urna eletrônica é crime, previsto na Lei 9504/1997, a chamada Lei das Eleições.

Em seu artigo 91-A, a norma estabelece: “Fica vedado portar aparelho de telefonia celular, máquinas fotográficas e filmadoras, dentro da cabina de votação”.

Já na Lei 4.737/1965, o chamado Código Eleitoral, considera crime “violar ou tentar violar o sigilo do voto”. A pena é detenção de até dois anos.

Colabore

Suspeita que uma notícia seja falsa? Envie para nós notícias, fotos e vídeos que você recebeu por Whatsapp ou viu nas redes sociais e suspeita que sejam falsos.

Band: Whatsapp (11) 99901-0203
BandNews: Whatsapp (11) 99991 7676
BandNews FM: Whatsapp (11) 99959-2100
Rádio Bandeirantes: Whatsapp (11) 99904-8756
Metro Jornal: email leitor.sp@metrojornal.com.br

O Grupo Bandeirantes faz parte do Comprova, um projeto que reúne jornalistas de 24 diferentes empresas de mídia brasileiras para identificar e explicar rumores, conteúdo forjado e táticas de manipulação que possam influenciar a campanha para as eleições presidenciais no Brasil em 2018. Band, canal BandNews, BandNews FM, Rádio Bandeirantes e Metro Jornal fazem parte da coalizão "Jornalismo Colaborativo contra a Desinformação".

O Comprova foi inspirado por outros projetos do First Draft, como o CrossCheck – sua iniciativa de colaboração jornalística premiada, realizada durante a campanha eleitoral presidencial na França, em maio de 2017. Outros deles foram parcerias com agências de verificação de fatos nas eleições de junho de 2017 no Reino Unido e de setembro de 2017 na Alemanha.

Confira neste link todos os parceiros do projeto.

Compartilhar

Deixe seu comentário