É falsa inscrição preconceituosa em camisa de filho de Bolsonaro

Montagem critica nordestinos em referência aos votos obtidos pelo concorrente Fernando Haddad na região, no primeiro turno

É montagem a foto em que Flávio Bolsonaro, filho do candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, aparece vestido em uma camisa com a inscrição “Movimento nordestinos voltem para casa. O Rio não é lugar para jegue”. O pai do deputado estadual e senador eleito aparece ao fundo.

A foto original, de autoria do portal G1, foi tirada no dia 2 de outubro de 2016, no primeiro turno das eleições municipais. Flávio chegava para votar no seu colégio eleitoral, na Escola Municipal Barão Homem de Mello, Rio de Janeiro. Naquele ano, o político concorreu à prefeitura da cidade.

Nenhum outro elemento além do escrito na camisa de Flávio foi alterado. Na imagem original, Flávio também estava acompanhado do pai. Pelo Twitter, Flávio publicou as duas versões da foto para mostrar a adulteração da imagem.

O Comprova recebeu a sugestão de checagem da veracidade da imagem pelo WhatsApp do projeto. Uma publicação no Facebook com a imagem adulterada somou mais de 73 mil compartilhamentos desde que foi publicada, no dia 5 de outubro.

A verificação também foi feita pelo Fato OU Fake, do Grupo Globo, pela Agência Lupa e pelo site E-Farsas.

Colabore

Suspeita que uma notícia seja falsa? Envie para nós notícias, fotos e vídeos que você recebeu por Whatsapp ou viu nas redes sociais e suspeita que sejam falsos.

Band: Whatsapp (11) 99901-0203
BandNews: Whatsapp (11) 99991 7676
BandNews FM: Whatsapp (11) 99959-2100
Rádio Bandeirantes: Whatsapp (11) 99904-8756
Metro Jornal: email leitor.sp@metrojornal.com.br

O Grupo Bandeirantes faz parte do Comprova, um projeto que reúne jornalistas de 24 diferentes empresas de mídia brasileiras para identificar e explicar rumores, conteúdo forjado e táticas de manipulação que possam influenciar a campanha para as eleições presidenciais no Brasil em 2018. Band, canal BandNews, BandNews FM, Rádio Bandeirantes e Metro Jornal fazem parte da coalizão "Jornalismo Colaborativo contra a Desinformação".

O Comprova foi inspirado por outros projetos do First Draft, como o CrossCheck – sua iniciativa de colaboração jornalística premiada, realizada durante a campanha eleitoral presidencial na França, em maio de 2017. Outros deles foram parcerias com agências de verificação de fatos nas eleições de junho de 2017 no Reino Unido e de setembro de 2017 na Alemanha.

Confira neste link todos os parceiros do projeto.

Compartilhar

Deixe seu comentário