Arábia Saudita culpa ventos por queda de guindaste

Segundo o diretor-geral da Autoridade de Defesa Civil, Suleiman al-Amr, o número de mortos pode aumentar

A Arábia Saudita disse neste sábado, dia 12, que ventos de tempestades derrubaram o guindaste que desabou sobre um dos santuários mais sagrados do Islã em Meca e matou 107 pessoas na sexta-feira, dia 11.

"A chuva pesada e fortes ventos de velocidade alta incomum arrancaram árvores e levaram à queda de painéis e do guindaste", afirmou o general Suleiman al-Amr, diretor-geral da Autoridade de Defesa Civil, conforme reportou a TV saudita Al Arabiya TV.