Donald Trump assina decreto que prevê prisão a quem depredar estátuas

Presidente criticou os recentes atos contra a desigualdade racial no país

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, critica, durante o discurso do feriado de 4 de Julho, o que chamou de uma "revolução cultural de esquerda", referindo-se aos recentes atos contra a desigualdade racial no país.

Momento MasterChef Brasil: nova temporada estreia dia 14/07

Para Trump, as manifestações que derrubaram ou tentaram derrubar estátuas de figuras históricas consideradas racistas, são realizadas por um grupo "fascista de extrema esquerda", ao qual ele declarou uma batalha.

Além de se recusar a renomear bases militares que recebem nomes de generais confederados, Donald Trump também assinou um decreto que prevê prisão a quem depredar estátuas, monumentos ou memoriais no país.

Compartilhar