Megale: homem agride criança em voo nos EUA

Agressor perdeu o emprego e ainda poderá pegar um ano de cadeia

Um passageiro de 60 anos ficou bravo com o choro de uma criança, durante um voo nos Estados Unidos, e chegou a agredir com um tapa o menino de 2 anos. O caso é relatado pelo correspondente da Band no país, Luiz Megale.

“O menino começou a chorar, como ocorre com muitas crianças que não lidam bem com a pressurização da aeronave. Acontece que o passageiro em questão, que segundo testemunhas estava embriagado, foi em direção à mãe da criança e disse: ‘será que você pode calar a boca desse garotinho?’”, diz Megale.

De acordo com o colunista, o passageiro se referiu à criança com o termo “nigger”. “É uma palavra tão ofensiva para os americanos que, aqui nos EUA, eu não poderia dizê-la no ar se fosse um radialista, mesmo que fosse para reproduzir o que foi dito. Eu teria que dizer ‘a palavra que começa com N’”.

Logo em seguida, segundo o correspondente, o homem abriu a mão e fez o impensável: deu um tapa com força no rosto da criança. “Vários passageiros foram para cima dele, mas a turma do ‘deixa disso’ conseguiu evitar a briga a bordo”.

Assim que deixou o avião, o homem foi acusado de agressão e poderá pegar um ano de cadeia. Ele também perdeu o emprego que mantinha em uma fábrica de peças para aeronaves.

Confira mais colunas de Luiz Megale

Compartilhar