Bento 16 celebra o Te Deum de fim de ano

Papa pediu aos fies que refletissem e encontrassem cura das feridas causadas pela vida cotidiana

O Papa Bento 16 celebrou nesta segunda-feira o Te Deum de ação de graças pelo ano 2012 na Basílica de São Pedro, no Vaticano. Ele convidou os fieis a levar o tempo necessário para refletir e encontrar "a cura das feridas inevitáveis causadas pela vida cotidiana".

"Devemos aprender a parar para refletir. Deste modo, a alma pode encontrar a cura para as feridas inevitáveis da vida cotidiana", afirmou em sua homilia.

Bento 16 também criticou "a propagação de estilos de vida marcados pelo individualismo e o relativismo moral", um dos temas tradicionais da Igreja católica.

O Pontífice também se referiu à "complexidade da vida em uma grande cidade como Roma" e a "uma cultura que muitas vezes parece indiferente a Deus".

O Papa concluiu sua homilia fazendo um apelo de apoio "aos que vivem na pobreza ou são marginalizados, assim como às famílias que vivem momentos difíceis, em particular as famílias que devem ocupar-se de doentes ou incapacitados".

Compartilhar