Diretas Já: comício na Praça da Sé foi 'emocionante'

Há 30 anos, cerca de 300 mil pessoas ocuparam o centro de São Paulo para pedir eleições por voto direto. Cientista política lembra detalhes do comício

Em 25 de janeiro de 1984, o centro de São Paulo foi o palco de um dos momentos mais importantes da história do Brasil. Cerca de 300 mil pessoas se reuniram na Praça da Sé para o comício que massificou a campanha pelas Diretas Já no Brasil. O ato reuniu diversas personalidades políticas, artistas e lideranças sindicais.

Foi o grito do povo clamando pelo direito de votar, após intensos 20 anos de repressão por parte da ditadura. A cientista política e professora Roseli Coelho, da FESPSP (Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo), participou do histórico comício na Praça da Sé. Em conversa com o Portal da Band, ela destacou o sentimento da manifestação.

“Lembro que foi uma coisa emocionante, espetacular”, declarou. “Era um clima de alegria geral. A gente sabia que a ditadura estava desaparecendo. Tinha ficado mais ou menos evidente desde o início da campanha das Diretas Já, um ano antes, que a ditadura estava minguando. Eles se seguravam nas últimas possibilidades”.

Diversos líderes políticos, que hoje são adversários, estiveram presentes numa mesma sintonia. Veja na galeria abaixo imagens do histórico comício.


A campanha pelas Diretas Já começou em 1983. Cresceu ao longo do ano e ganhou verdadeira importância no comício em São Paulo de 1984, como explica Roseli Coelho. “Foi o primeiro movimento importante massificado da campanha. O dia 25 de janeiro, no aniversário da cidade, contou com todas as lideranças democráticas. Era como se você gritasse ‘abaixo a ditadura’”.

Ditadura ficou insustentável
O comício na Sé impulsionou outras manifestações pelo Brasil. A ditadura sabia que o fim de aproximava. “O regime sempre teve uma base de apoio popular razoável, não que a maioria apoiasse, mas sempre foi uma boa base. Porém, os primeiros momentos da década de 1980 mostraram que o povo queria eleições diretas. Ficou evidente que a ditadura chegava ao fim”, explicou a cientista política.

Renovação das esperanças
Para Roseli, o comício na Praça da Sé marcou um novo rumo na história do Brasil. “Todos gritavam com alegria e confiança. O que ocorreu em 25 de janeiro em São Paulo foi um movimento social massificado espetacular, que renovou as esperança dos brasileiros por mais algumas décadas”.

Eleições diretas só em 1989
A emenda das eleições diretas para presidente foi colocada para votação em 25 de abril de 1984, mas não foi aprovada para frustração dos brasileiros. Tancredo Neves foi eleito presidente em 1985 por eleições indiretas. Porém, ele faleceu em função de uma doença. José Sarney assumiu. Só em 1989 ocorreu a votação direta, com vitória de Fernando Collor.

Compartilhar