Em dia de protestos contra Bolsonaro, Haddad destaca papel das mulheres

Petista falou em 'meta' para mulheres em seu governo e elogiou sua vice, Manuela D'Ávila

No dia em que mulheres protestam contra o candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, o petista Fernando Haddad destacou o papel das mulheres na sociedade e em seu eventual governo. "Nossa equipe vai ter muitas mulheres, nós queremos inclusive fixar meta", afirmou Haddad neste sábado, 29, em Manaus, elogiando sua vice, Manuela D'Ávila (PCdoB).

“A Manuela vai ter papel não só como vice, mas como uma agente política importante. Ela dialoga com toda juventude brasileira e nós queremos que o protagonismo da juventude e da mulher esteja presente”, acrescentou.

Haddad fez críticas aos comentários de Bolsonaro, que na véspera declarou que não aceitará qualquer resultado das eleições presidenciais que não seja a sua vitória.

Bolsonaro, líder nas pesquisas de intenção de voto à frente de Haddad, tem levantado suspeitas sobre as urnas eletrônicas, dizendo que a eleição de 7 de outubro pode ser fraudada pelo PT.

"Sabe quando começou o problema no Brasil? Quando o candidato derrotado não respeitou o resultado das urnas. Será que ele vai repetir o erro do Aécio?", afirmou Haddad, lembrando que o candidato do PSDB, Aécio Neves, contestou a vitória da petista Dilma Rousseff, em 2014.

Compartilhar