Defesa de Lula pede habeas corpus após Moro aceitar ministério

Advogado do petista alegou que interesses extra processuais do magistrado na condução do processo que condenou Lula

A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva protocolou no Supremo Tribunal Federal um pedido de habeas corpus que tem como fundamentação o fato de o juiz Sérgio Moro ter aceitado o convite para assumir o Ministério da Justiça no governo Jair Bolsonaro.

No documento, o advogado Cristiano Zanin Martins alega interesses extra processuais do magistrado na condução do processo que condenou Lula no caso tríplex do Guarujá.

Segundo a defesa, Sergio Moro mantinha contato com a alta cúpula da campanha do presidente eleito durante o período eleitoral.

A defesa pede que o STF reconheça a suspeição do magistrado, declare a nulidade de todo o processo e restabeleça a liberdade plena do ex-presidente Lula.

Compartilhar