Acordo do Brexit é ‘o melhor possível’, diz presidente da Comissão Europeia

Para Jean-Claude Juncker, texto aprovado é o ‘único acordo possível’ para a saída do país do bloco europeu

Após a União Europeia aprovar o acordo para saída do Reino Unido do bloco, o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker destacou que o pacto é o melhor acordo possível para a Europa e também para os britânicos, apesar de considerar o Brexit um "momento triste" para a UE.

Em coletiva de imprensa realizada ao lado de Michel Barnier, negociador-chefe da União Europeia para o Brexit, e de Donald Tusk, presidente do Conselho Europeu, Juncker demonstrou que, caso o Parlamento do Reino Unido rejeite o acordo, não haverá renegociação.

"Os membros do parlamento britânico têm de se decidir", disse Juncker. Questionado sobre a hipótese de a primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, sofrer uma derrota no parlamento com um voto contra o texto aprovado e ter de pedir nova negociação, Juncker foi enfático: "Esse é o único acordo possível", respondeu.

Barnier adotou um tom menos enérgico e chamou o acordo de "equilibrado" e disse que o texto de quase 600 páginas dá "certeza legal aos que foram afetados pela incerteza" gerada pelo Brexit. "Nós trabalhamos construtivamente com o Reino Unido e nunca contra. Essa é a hora de todos assumirem responsabilidades", afirmou.

O dirigente ressaltou, ainda, que a UE continuará aliada dos britânicos. Aprovado pela UE nesta manhã de domingo, 25, o acordo do Brexit ainda necessita do aval do Parlamento britânico, onde enfrenta resistência tanto da situação quanto da oposição.

Compartilhar

Deixe seu comentário