Avião com soldados israelenses aterrissa em Minas Gerais

Militares vão ajudar nas buscas em Brumadinho e trazem equipamentos que pesam cerca de 16 toneladas

O avião com 136 soldados de Jerusalém, em Israel, pousou na noite deste domingo, 27, no Aeroporto de Confins, em Belo Horizonte. Segundo o governo, são 30 mulheres e 106 homens. Os militares vão ajudar nas buscas em Brumadinho (MG). Eles trazem equipamentos que pesam cerca de 16 toneladas.

Segundo o tenente-coronel e chefe de comunicação da Força de Defesa de Israel, Jonathan Conricus, a delegação deve ficar por uma semana e terá como foco "procurar sobreviventes". "A delegação inclui forças K-9, bombeiros e uma unidade especial subaquática", afirmou.

Os militares israelenses estão respondendo a uma ordem do primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, que ofereceu a ajuda a Jair Bolsonaro.

É a primeira vez que Israel envia uma equipe de resgate a outro país, após a criação do Grupo Consultivo Internacional de Pesquisa e Resgate (Insarag, na sigla em inglês), em novembro de 2018, de acordo com Força de Defesa de Israel.

Entre os soldados estão especialistas em engenharia, médicos, bombeiros, soldados da unidade subaquática, representantes do Ministério de Relações Exteriores e o embaixador de Israel para o Brasil, Yossi Sheli. A delegação é chefiada pelo comandante de Pesquisa Nacional e Resgate, coronel Golan Vach.

Israelenses desembarcam em Belo Horizonte para ajudar equipes de resgates em BrumadinhoWashington Alves/Reuters

Após discussões sobre o formato das buscas, a equipe de resgate decidiu se concentrar na procura por sobreviventes. Para isso, um dos equipamentos enviados foram radares para busca de celulares.

 
Fotos mostram a magnitude da destruição em Brumadinho:

Compartilhar

Deixe seu comentário