Moreira Franco é o quinto governador do Rio de Janeiro preso pela Polícia Federal

Antes dele, Anthony Garotinho, Rosinha Matheus Garotinho, Sérgio Cabral e Luiz Fernando Pezão foram detidos

O ex-ministro Moreira Franco, preso preventivamente na manhã desta quinta-feira, 21, na Operação Descontaminação da Lava Jato, tornou-se o quinto governador do Rio de Janeiro detido por corrupção.

Antes dele, nos últimos três anos foram para a cadeia Sérgio Cabral (em 2016), Anthony Garotinho e Rosinha Garotinho (2017), e Luiz Fernando Pezão (2018). Apenas não foram presos Wilson Witzel, atual governador do Rio, e Benedita da Silva e Nilo Batista, que ocupavam o cargo de vice-governador e assumiram mandatos dos eleitos Garotinho e Leonel Brizola, respectivamente.

A defesa de Moreira Franco classificou a prisão dele como "precipitada" e vai pedir o habeas corpus ao Tribunal Regional Federal da 2ª Região. Ele foi surpreendido pela Polícia Federal após desembarcar no aeroporto internacional Tom Jobim, em uma ação que contou até com uma perseguição que teve a participação de um taxista.

Em entrevista à rádio BandNews FM, o advogado Sérgio Pitombo disse que o político compareceu a todos os depoimentos em que foi chamado e sempre colaborou com a investigação, por isso não vê justificativa para a prisão preventiva do ex-ministro. "Em tempos contemporâneos é assim que as coisas são tratadas, mas é para isso que existem os tribunais e é para lá que eu vou", disse o advogado.

Governadores do Rio de Janeiro que já foram presos:

Moreira Franco - preso nesta quinta-feira
Anthony Garotinho - está recorrendo em liberdade
Rosinha Matheus Garotinho - está recorrendo em liberdade
Sérgio Cabral - preso
Luiz Fernando Pezão - preso

Compartilhar