Com chocolates, ministro cita porcentagem bem menor de bloqueio nas universidades

Abraham Weintraub usou 3,5% para falar de contingenciamento de verba, muito diferente dos 30% apresentados anteriormente

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, falou nesta quinta-feira, 9, sobre o contingenciamento de verbas que o governo vai aplicar para universidades públicas no País durante transmissão ao vivo que o presidente Jair Bolsonaro (PSL) realiza semanalmente no Facebook.

Weintraub utilizou chocolates para tentar explicar o bloqueio aos brasileiros. Com 100 desses doces na mesa, o ministro retirou três chocolates e meio do montante, dizendo ser a representação do congelamento. Ao seu lado, Bolsonaro ainda brincou e comeu a metade do doce que foi partido.

Por essa lógica, o bloqueio seria de 3,5%. O MEC, no entanto, havia informado que “cortaria” 30% da verba das universidades. Posteriormente, a pasta utilizou o termo “contingenciamento”.

Não fica claro se o ministro se equivocou na conta ou, então, se o governo alterou essa porcentagem. Nas redes sociais, porém, o ministro virou alvo de chacota por causa do suposto erro de matemática.

No vídeo, Weintraub acrescentou ainda que esse bloqueio deve durar até o mês de setembro. Confira, a partir de 17 minutos:

Compartilhar