Uma pessoa morre atropelada por dia na cidade de São Paulo

Avenida com mais registros de atropelamentos é a Jacu Pêssego, na zona leste da capital

Pelo menos uma pessoa morreu atropelada por dia na cidade de São Paulo no primeiro semestre deste ano.

Segundo dados do Infosiga (Sistema de Informações Gerenciais de Acidentes de Trânsito do Estado de São Paulo), de janeiro a junho deste ano, foram 189 casos na capital, dois a mais que no mesmo período de 2018.

A avenida com mais registros de atropelamentos é a Jacu Pêssego (zona leste), onde seis pessoas perderam a vida. E é na zona leste que estão as demais quatro vias mais perigosas: avenidas Imperador, São Miguel, Ragueb Chohfi e Sapopemba.

No primeiro semestre deste ano, os idosos representaram 40% do total de mortes por atropelamento: foram 74 casos.

O secretário municipal dos Transportes, Edson Caram, afirmou que ações para reduzir estes números estão sendo organizadas pela prefeitura, como a criação da Rota Escolar Segura, para os estudantes que voltam a pé da escola.

Disse, ainda, que vai criar mais 15 “áreas calmas” até o fim de 2020, além do alargamento de calçadas, sem dar prazo.

Compartilhar