Prefeitura de São Paulo interdita 80 estabelecimentos não essenciais

O bairro com o maior número de estabelecimentos fechados é a Sé, com 37 interdições

Um balanço feito e divulgado pela prefeitura de São Paulo indica que 80 estabelecimentos não essenciais foram interditados por não acatar a decisão de fechamento.

A informação é de Ana Paula Rodrigues, da BandNews FM.

Segundo a administração municipal, o bairro com o maior número de estabelecimentos fechados é a Sé, com 37 interdições, seguido por Lapa, 10 interdições, Guaianases, 8 interdições, Vila Prudente, 5 interdições, Perus, 4 interdições, Mooca, 3 interdições, Pirituba/Jaraguá e Freguesia do Ó, com 2 interdições,  Aricanduva, Ermelino Matarazzo, Ipiranga, Itaquera, Jaçanã, Parelheiros, Penha, Santana/Tucuruvi e Santo Amaro, com 1 interdição cada.

Os locais que descumprem o decreto estão sujeitos a interdição imediata e, em caso de resistência, cassação do alvará de funcionamento ou TPU/Autorização Temporária.

Compartilhar