Celso de Mello tira sigilo do vídeo em inquérito que investiga Bolsonaro

As partes do material estão sendo liberadas pelo Supremo Tribunal Federal

O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal, autoriza a divulgação do vídeo da reunião do dia 22 de abril no Palácio do Planalto.

O material está incluído no inquérito envolvendo o presidente Jair Bolsonaro e o ex-ministro Sergio Moro na possível interferência política na Polícia Federal.

Compartilhar