Uso da internet cresce 50% desde o início da pandemia no Brasil e reclamações disparam

Entre março e maio, foram mais de 220 mil reclamações formais contra as operadoras de telefonia

O uso da internet cresceu 50% no Brasil desde o início da pandemia, segundo a Agência Nacional de Telecomunicações (ANATEL). Com mais gente fazendo tudo pelo computador ou celular, também aumentaram as reclamações sobre os serviços.

Com mais brasileiros trabalhando de casa, fazendo vídeochamadas, por exemplo, as instabilidades do serviço também aumentaram. Segundo a própria agência, houve um número maior de reclamações a partir da segunda quinzena de março, no auge da política de isolamento social. No site Reclame Aqui, por exemplo, as reclamações subiram de 12 mil para 14 mil entre março e abril.

Entre março e maio, foram mais de 220 mil reclamações formais contra as operadoras de telefonia. No mesmo período em 2019, o registro foi de 143 mil.

A velocidade de download caiu até 50% no fim de março, conforme monitoramento do site Ponto BR, mas depois foi se recuperando. Há também diferenças significativas entre as regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste em comparação com o Norte e Nordeste do País.

Segundo a Anatel, as grandes operadoras aumentaram a capacidade das redes, e apesar de problemas pontuais não há risco de colapso. Na rede móvel, a implantação do 5G no Brasil, prevista para começar este ano, deve ficar para 2021.

Compartilhar