'Eu não tenho competência para ser ideológico. Sou técnico', diz ministro Decotelli

Um dia após ser anunciado como novo ministro da Educação, ele foi entrevistado com exclusividade na Rádio Bandeirantes

O novo ministro da Educação defende o sistema de cotas para igualar oportunidades. Para Carlos Decotelli, no entanto, não importa a origem ou a cor da pele. Um dia após ser anunciado, ele foi entrevistado com exclusividade na Rádio Bandeirantes.

Momento Masterchef Brasil: nova temporada estreia dia 14/07

Negro e com sólida formação intelectual que inclui pós-doutorado na Alemanha, Decotelli diz que é preciso saber conviver com o diferente.

Algo que, na avaliação do ministro, os Estados Unidos não souberam fazer e acabaram criando “uma pandemia racial mundial” após a morte de George Floyd.

Ele revelou já ter percebido ao longo da vida sinais de preconceito, mas nunca se sentiu um George Floyd.

Na entrevista exclusiva à Rádio Bandeirantes, Carlos Decotelli adiantou que vai atuar no MEC priorizando “gestão, integração e diálogo”. “Eu não tenho competência para ser ideológico. Sou técnico”, afirmou.

O ministro disse ainda que não conhece Olavo de Carvalho, mas respeita as opiniões do escritor, considerado o ideólogo do governo. 

Carlos Decotelli foi entrevistado por José Paulo de Andrade, Thays Freitas e Pedro Campos, no Jornal Gente.

Assista a entrevista na íntegra:

Compartilhar