Entregadores de aplicativos farão paralisação nacional nesta quarta-feira

Umas das reivindicações da categoria é por melhorias nas condições de trabalho

Nesta quarta-feira, 1, os entregadores de aplicativos pretendem fazer uma paralisação geral. Um dos motivos que os levaram a tomar esta decisão é por melhores condições de trabalho, a categoria reclama que as empresas não fornecem equipamentos de segurança contra o coronavírus. As informações são de Ivan Brandão, da BandNews FM e Pedro Pannunzio, do Bora São Paulo.

Momento MasterChef Brasil: nova temporada estreia dia 14/07

Os entregadores ouvidos pela reportagem acusaram as empresas de promoverem bloqueios por motivos que não estão nos termos de uso, por exemplo, a participação em manifestações.

Em nota, a Rappi e o Ifood disseram que apoiam a liberdade da manifestação dos entregadores e negaram que fizeram bloqueios por motivos que não estejam nos termos e condições de uso dos aplicativos.

Ambas afirmaram também que possuem plano de seguro contra os acidentes para colaboradores e alegaram fazer investimentos em equipamentos de proteção contra o coronavírus. Procurada, a Uber não respondeu.

Compartilhar