Avaliação ruim da gestão Haddad sobe para 56%

Prefeito de São Paulo teve pior índice de reprovação da história da pesquisa encomendada pela Rede Nossa São Paulo

A avaliação negativa da gestão do prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT) subiu de 40% para 56% em 12 meses, segundo a pesquisa Ibope encomendada pela Rede Nossa São Paulo, que realiza a 7ª edição do levantamento da IRBEM (Indicadores de Referência de Bem-Estar no Município), em parceria com a FecomercioSP (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo).


SP: sobe tempo de espera no sistema de saúde


O prefeito, que teve o pior índice de reprovação da história do estudo, tomou em sua gestão medidas que foram rejeitadas por grupos, como as ciclovias, as faixas exclusivas para ônibus e a redução da velocidade das marginais Tietê e Pinheiros.


A pesquisa entrevistou 1.512 moradores da cidade com 16 anos de idade ou mais e a margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos. Segundo os dados, a Câmara Municipal foi avaliada negativamente por 71% dos paulistanos. Já o corpo de Bombeiros foi considerada a instituição mais confiável.

Aumentou também o número de pessoas que se mudariam de São Paulo se pudessem e a violência continua sendo o maior medo dos paulistanos. De acordo com o estudo, 92% dos entrevistados consideraram a capital pouco ou nada segura.

Você viu essas notícias?

MG: auditoria do governo avaliará condições de 220 barragens

Polícia investiga dois casos de estupro no Parque Ibirapuera

Justiça do Rio nega liberdade a policiais acusados de forjar cena de crime

Assista:

Caminhonete capota e arremessa passageiro a uma distância de 20 metros

Caminhonete capota várias vezesReprodução

Galeria de fotos:

Rússia realiza competição de esculturas de gelo

Rússia realiza competição de esculturas de geloIlya Naymushin/Reuters

Compartilhar